Biodiversidade e uso sustentável dos polinizadores com ênfase em abelhas

O projeto "Biodiversidade e uso sustentado de polinizadores, com ênfase em abelhas" (04/15801-0), aqui mencionado como BioAbelha, visa estudar as abelhas como importantes polinizadores na agricultura, na segurança alimentar e na conservação de plantas

Objetivos: Avaliar as interações entre a planta e polinizador, a dinâmica de populações de abelhas nativas, os problemas na produção de ninhos de abelhas para uso na agricultura e ferramentas de tecnologia de informação para pesquisa e extensão em serviços ambientais.

Resumo: Este projeto, com ênfase em abelhas como polinizadores, tem 4 componentes: 1. Avaliação do status das interações entre abelhas e plantas; 2. A genética das populações de abelhas nativas; 3. Os problemas que limitam o uso das abelhas na agricultura (para abelhas solitárias, Apis mellifera e abelhas sem ferrão); 4. Ferramentas de Tecnologia de Informação para pesquisa, monitoramento e extensão nos serviços ambientais regulados pelos polinizadores.

O aumento da base de conhecimento sobre as abelhas está dirigido aos aspectos reprodutivos (tanto individuais como coloniais), fundação de ninhos, enxameação, crescimento colonial, dietas alimentares protéicas para crescimento de ninhos, alocação sexual, monitoramento automático de crescimento de colônias e atividade externa de ninhos e visita de abelhas às flores.

Abstract: The Convention of Biological Diversity and the United Nations Millennium Assessment Program consider the environmental services provided by pollinators as a priority for the 21st century. Conservation and sustainable use of pollinators help to ensure food security, the viability of sustainable agriculture and wild plant conservation.

This project, with emphasis on bees as pollinators, has four components: 1. Evaluation of the interactions between bees and plants; 2. Population genetics of native bees, using molecular tools; 3. Problems that limit the use of bees in agriculture; and 4. Information Technology tools for research and extension in ecosystem services.

Improvement of the knowledge base on bees focuses on reproductive aspects (individual and colonial), swarming, nest founding, colony growth, protein diets for colony feeding, sex allocation, automatic monitoring of colony growth and flight activity and visits of bees to flowers. Trap nests will be used to study solitary bee abundance and diversity in habitat fragments.

Instituições participantes:

Departamento de Ecologia, Instituto de Biociências (IB-USP)
Departamento de Genética e Biologia Evolutiva, Instituto de Biociências (IB-USP)
Departamento de Genética, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP-USP)
Departamento de Biologia, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCLRP-USP) 
Departamento de Genética e Evolução (UFSCar)
Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais, Escola Politécnica (EP-USP)

Instituições colaboradoras:

Katholieke Universiteit Leuven, Bélgica (KU-Leuven)
Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH-USP)