Atividade enxameatória das abelhas africanizadas

Até o momento, somente Apis mellifera está disponível como polinizador para uso comercial, uma vez que seu manejo é conhecido. Entretanto, em muitas regiões do país, a capacidade de abandono dos ninhos é muito grande, sendo este o foco prinicpal deste trabalho, entender a razão do abandono. As limitações para o uso destas abelhas na polinização incluem: abandono de ninhos excessivo; problemascom o comportamento dedensivo das colônias durante o deslocamento e transporte de colônias; a falta de recursos alimentares para a manutenção anual dos ninhos. Uma estação de campo foi estabelecida em Mossoró (Rio Grande do Norte) (Universidade Federal do Semi-Árido and SEBRAE), onde o abandono de ninhos é muito frequente (30 a 50% das colonias dos apiários); um novo programa de desenvolvimento da apicultura foi estabelecido neste local, monitorando o abandono e correlacionando este comportamento com as condições abióticas locais. Outros estudos em andamento se relacionam com dietas artificiais e comportamento de forrageamento, incluindo a eficiência da coleta em algumas espécies, como no girassol e melão. Esta pesquisa também inclui o estudo da biologia de abelhas africanizadas no Brasil e a dinâmica de sua distribuição, utilizando-se as análises de morfometria de asas para auxiliar na análise do comportamento migratório e reprodutivo.